segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Um Olhar.

Se tudo fica estranho e a vida amarga, olho para os lados e encontro os símbolos divinos me rodeando.

Denise Portes

Meu Mundo.

O meu sentir é eclético, o meu jeito de ser, a minha forma de olhar o mundo e as pessoas. A realidade e a fantasia me ajudam a criar um mundo imaginário com muitos personagens.
Sempre me fascinaram as bolas de gudes, o lápis de cor, os instrumentos musicais e os parques de diversões. Sou uma observadora de pequenos de detalhes e uma admiradora dos corações. O jeito estranho de ser de um, à forma magnífica de agir do outro. Gosto de várias tribos e de muitas pessoas diferentes. Por isso escrevo e de emoção eu vivo. Passei a vida com lápis e papel nas mãos. Eu escrevi diários, poesias, romances, contos, crônicas, roteiros de cinema, peça de teatro, seriados e agora quero ser autora de novelas. Tenho estudado muito para atingir mais esse objetivo. De todas as formas e em todos os tempos, escrever fez parte da minha vida. Nunca pude viver sem livros, sem histórias é assim que sou feliz.

Denise Portes

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Um Toque Feminino.

Essa menina que mora em mim, que eu recolho e transformo e que muitas vezes fica escondida atrás de uma vida corrida.
Essa sensibilidade feminina de enxergar detalhes de se revelar em sentimentos, de colher olhares e de transformar em sorrisos.
As palavras deixadas em flores, os quadros, os cheiros, os sabores. Tudo em mim quer me revelar. Sou de todas as cores e Rita Lee cantou em versos,
"Por isso não provoque é cor de rosa choque."

Denise Portes

sábado, 26 de fevereiro de 2011

CARNAVAL

Acordei às 6 da manhã com um bloco desfilando do lado do meu prédio, não sei quem eram os foliões, mas provavelmente dos anos 70. As marchinhas me fizeram lembrar quando aos 15 anos de idade eu desfilava pelos salões da minha cidade toda fantasiada e aproveitando a ocasião pra namorar os meninos escolhidos. Eram outros tempos, mas o carnaval é uma festa popular e como tal, as marchinhas me remetem a minha adolescência. Fiquei um tempo fritando na cama me lembrando da minha mãe cantando:
- Ó jardineira porque estás tão triste
Mas o que foi que te aconteceu
Foi a camélia que caiu do galho
Deu dois suspiros e depois morreu.
...

Fui andar de bicicleta, olhar o mar e encontrei vários foliões. Esses “reflexos condicionados” me trouxeram muitas alegrias, passei o dia pensando naquele tempo em que eu era feliz e sabia.

Denise Portes

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Leve

Preciso de ar,
a vida leve está na força dos bons pensamentos.

Denise Portes

Coisas do amor.


Amar é... Bordado de detalhes. É a voz do outro que te remete a um turbilhão de emoções. O olhar, o sorriso, o toque que faz toda a diferença. O pensamento, os sentimentos, a fragilidade em você. Esperar com a força do pensamento,  sabendo que maior que tudo é ser feliz a cada momento. A asa do meu destino, meus momentos de desatino, dormir de conchinha... A respiração na noite e o amanhecer abraçado. Viver entrelaçada e recriar a luz que me trará você. Poder dizer eu te amo sem usar palavras é só pra você que digo. Tendo como testemunha o silêncio chique da madrugada.

Denise Portes

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Passeio

A maioria das vezes sou eu quem muda a forma de olhar para as situações e para o mundo. Descubro mais beleza no meu caminhar e agradeço a estrada, quando isso acontece o passeio fica mais bonito e a vida mais leve.

Denise Portes

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Medo

Assumir nossos medos, algumas vezes, nos ajuda a ter coragem de enfrentá-los. Essa é uma das atitude mais corajosas.

Denise Portes

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Silêncio

Eu ligada à natureza e no movimento das estações que se calam pra renascer em folhas. Procuro me aquietar para renascer em versos e prosas. Tudo aceso em mim, um silêncio grita pra que eu entenda esse movimento constante de me proteger dos ruídos.
Sou feita de emoções, muito barulho me leva a uma grande confusão interna. Preciso da paz da madrugada apenas para brotar em palavras e extravasar o perfume que exala os contos, os cânticos, os romances. Essa é uma necessidade muito particular de me enclausurar para voltar com mais clareza e enxergar almas com mais amor.


Denise Portes

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

No jardim dos meus sonhos
plantei muitos sorrisos.

Denise Portes

Caçador de Mim - Luís Carlos Sá e Sérgio Magrão

Por tanto amor
Por tanta emoção
A vida me fez assim
Doce ou atroz
Manso ou feroz
Eu caçador de mim
Preso a canções
Entregue a paixões
Que nunca tiveram fim
Vou me encontrar
Longe do meu lugar
Eu, caçador de mim...

domingo, 20 de fevereiro de 2011

No Ritmo do Vento

Sinto o vento trazendo bons fluídos, boas novas. Por hora, passou o tempo das tempestades internas, das procuras incessantes, da busca constante para ser aceita. Estou mais perto de mim e sinto que dessa vez com mais calma. O olhar pra dentro faz milagres permanentes, ando respirando preces diárias.

Denise Portes

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Magia

Carol e Manoa, minhas amigas queridas.

A graça e os sorrisos da vida
estão no amor e no humor.

Denise Portes

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Pensamentos.

Algumas pessoas perguntam coisas estranhas sobre os sentimentos. Coisas do tipo:
- Mas como você pode ser tão otimista?
Eu olho pro céu azul, pro mar, pra montanhas e sinto o vento.
Eu me emociono com a lua, com o cheiro da terra molhada, as manhãs ensolaradas, a chuva e o pôr do sol e penso: como as pessoas não prestam atenção na vida.

Denise Portes

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Navegando

Não posso escrever outra linguagem que não seja a do amor. Sou feita desse material, tudo me interessa e gosto da descoberta.
O amor tem sabor que aquece a alma. Tudo que acontece na vida tem um momento e um destino. No mar das descobertas, para mim, o mais lindo são os mistérios da vida. O fio que interliga as pessoas, espelhando o ser de cada um. Sou devota da paixão, gosto dessa escolha entre tantos seres diferentes.
Interessante são os nossos escolhidos pra navegar, nesse barco sem rumo, nessa vida maluca e nessa entrega mais profunda, onde tantos são poucos diante do nosso imenso mar de amor.

Denise Portes

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Esperança.

Eu procuro cultivar esperanças todos os dias e não gosto nem do olhar de gente que faz questão de apagá-las.

Denise Portes

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Um jeito meio estranho de ser

Perguntei a uma amiga se quando ela ouve músicas muito românticas ela pensa em alguém especial. Ela respondeu que não e eu fiquei pensando a sorte que tenho de amar muito o meu amor. Foi ai que eu descobri que o que eu amo é o amor que sinto.
Denise Portes

O Rei no navio.

Ontem assisti ao show do rei no navio, adorei tudo. O navio, a comida, o show e os amigos. E  tinha a Beija- Flor, a minha escola querida, homenageando o Rei. Foi muitoooo bom.
Valeu Dinda, obrigada por esse presente.

Denise

Papo cabeça.

Eu ando pensando muito nos pensamentos das pessoas. Incrível como cada um pensa o que quer sobre qualquer coisa que não é.
Denise Portes

Fim de tarde.

Foto de Roberta Simoni

O descompromisso da tarde amarelou o céu e coloriu o mar, nada era igual ao dia anterior, algo mudara significativamente em mim. O tom que embalava aquele final do dia irradiou os meus sentimentos e eu já não podia mais negar nada, nenhuma parte do meu sentir. Eu estava rendida aos meus pensamentos e eles me avisavam o tempo todo que caso algo continuasse a mudar nessa velocidade, uma transformação avassaladora iria acontecer.
Fui eu que inventei essa intensidade de amor, o olhar é meu.
Somente agora eu entendi que se eu perder a minha referência de amor, eu não vou mais olhar o mundo com olhos de promessa.

Denise Portes

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Anjos

Era um par de asas brancas e brilhava no escuro, como os vagalumes. Eu não precisava de outra coisa a não ser ajeitá-la com cuidado e seguir. Era tanta descoberta de labirintos internos e de um pulsar de emoções, que eu nunca mais quis deixá-la. Eram os anjos me guiando pelos caminhos da sensibilidade.

Denise Portes

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Eu vou me afastar do obvio. Eu não tenho mais nem um tiquinho de paciência pra discutir relação, me parece sempre DL, que significa, discussão de loucos. Já é tudo tão complicado, não?
Os corações, os caminhos, a direção. Vai, se firma na força do amor e depois a gente conversa.
Denise Portes

Insônia

A parte do sentir que me amedronta
é quando algo parte e quebra o feitiço.

Denise Portes

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Tempera com esperança.

É assim que eu sou,
cheia de esperanças que transborda.
Denise Portes

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

O Silêncio

O silêncio tem poder de aprendizado.  É no silêncio que eu me encontro comigo e me reconheço e me compreendo. Quando tudo sai e apenas o silêncio embala minha alma, minha fé me acalma. Eu me conecto com uma paz interior que mora dentro do meu coração.
Denise Portes
Eu ando sem palavras, sem querer escrever o meu sentir. É sempre assim quando eu me decepciono com alguém. Fica um vazio de versos, uma tristeza na alma. Eu sei que passa, mas não depende de mim. O vento vai soprar diferente e levar embora esse sentimento contra - mão.
Denise Portes 

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Foco

O mundo fica estranho de repente, depende sempre do que a gente sente. Do foco, do jeito que olha e do que está ao redor. Por isso, eu invento e desinvento moda. Canto uma música, leio um livro, escrevo um poema... E quando nada acontece, alongo o corpo e descanso a mente. Pra viver em paz tem que ter essa química, de pelo menos, tentar fazer diferente.

Denise Portes

Balanço.

E se tudo fica tão difícil, complicado e nublado nas relações é preciso afastar e observar de longe. Se eu não consigo entender sua lógica, eu não posso me deixar levar por um papo que já não deu. Amigos são parentes que podemos escolher. Eu sou uma romântica, apaixonada por felicidade e verdade. Eu preciso de um céu interior repleto de estrelas, com todo mundo podendo brilhar. Minha amiga querida nós precisamos estar avaliando relações conflitantes, pois elas também nos impedem de ser plenos. Eu quero voar lá no alto dos sentimentos.

Denise Portes

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Um olhar feminino.

Eu gosto de ir apagando as luzes da casa, quando todos já foram se deitar. Aquela última geral para amanhecer com a casa mais arrumada. Nestas horas eu vou pensando no dia e revendo detalhes. Eu penso muito no que foi falado, sempre tenho a meta de falar menos um pouco e me concentrar nos objetivos.
Apago a última luz e me deito, gostoso ir dormir com sono de um dia recheado de acontecimentos bons.  O meu conflito é que eu também adoro o silêncio da madrugada, onde só posso ouvir nos fins de semana. Durante a semana acordo muito cedo e o cheiro da manhã é uma eterna esperança de um dia começando.
Eu gosto de me sentir pela manhã, perceber que as horas estão apenas começando e que a correria enlouquecida do dia ainda não tomou conta de mim. O café da manhã! Essa é a melhor refeição. O pão quentinho e aquela luz da manhã abençoando o meu dia. É preciso saber viver e olhar pro mundo com olhos de promessa.
Denise Portes

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Reflexão.

A minha filha quer ser atriz, ela faz curso de teatro e TV desde sete anos de idade. Já fez algumas peças, testes, enfim... Mesmo apoiando essa opção eu quero sempre que ela tenha um plano B, afinal ela é uma excelente aluna. Um dia nós fomos a uma festa e um homem, conversava com ela e quando ele perguntou o que ela queria ser, ela respondeu:
-Atriz
Eu completei dizendo do tal plano B, foi quando ele contou a seguinte história:
Um colonizador espanhol queria conquistar uma ilha onde habitava um povo nativo. Chegando lá a tripulação estava com muito medo. Então o colonizador resolveu queimar as caravelas, assim não restaria outra opção que não fosse lutar para conquistar a ilha.
...
"Espalhei meus sonhos aos seus pés, caminhe devagar, pois você estará pisando sobre eles. "
W. B. Yeats

domingo, 6 de fevereiro de 2011

As Pontes.


Se por um segundo meus sonhos morrem, algo em mim se dilacera.  A difícil arte de abrir mão de algumas pessoas que já não fazem mais sentido na trajetória. Sempre há perdas nas nossas escolhas, mas também sempre existem ganhos. Vou inventando pontes que ligam e interligam outros mundos, outras fantasias. Nesse jogo de faz de conta, desse mundo imaginário, vou descobrindo verdades e sentido para minha fragilidade. Na bagunça do meu coração eu aprendi a fazer escolhas, que muitas vezes me causam sofrimento. Essa ponte colorida no meio de um sonho brilhante, faz parte dessas minhas busca incessante de ser e estar feliz.

Denise Portes

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Por um segundo.

Eu vivo por um segundo,
Um segundo de amor, de afeto, de falar muito ou ser discreto.
Não me iludo em minhas tempestades internas,
Nem nos meus dias de sol.

Eu vivo por um segundo.
Pois é assim que tudo acontece.
Vou guiada pela lua, meu turbilhão de emoções.
Sigo intuições.

Eu vivo por um segundo.
Não sei fazer diferente, nem se quisesse conseguiria.
É um jeito de corpo, um trejeito da mente.
Um borbulhar insano esse viver por um segundo.

Denise Portes

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O poder da amizade.


Quando o amanhecer se debruçou sobre o meu olhar, algo em mim já havia mudado. O ritmo descompassado da noite anterior, tudo já havia se acalmado. A conversa regada a risadas e essa entrega sem sombras que faz toda a diferença na nossa amizade. Eu voltei pra casa mais feliz e a pedalada de madrugada, iluminada pela luz da lua, me fez sentir que a brisa já era outra e que as ondas do mar já tinham levado embora o peso do dia anterior.
Denise Portes

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Diálogo Interno

E quando o dia amanhece torto, escancarando o mesmo sorriso, eu percebo que fui eu que amanheci com os pensamentos trocados e em curto circuito. Saio pelas ruas perguntando a mim, num eterno dialogo interno, onde foram parar as minhas forças interiores?
A minha conversa comigo é mais ou menos assim:
-Sabe que eu fiquei pensando hoje? Quando acaba o humor é bom se entupir de melancolia.
-Que horror!
-Mas quem sabe amanheço sorrindo amanhã?

Denise Portes

Intensidade.


Brown, eu sei que eu invento e desinvento moda. É essa mania que tenho de amar demais, ser contraditória e intensa demais que me faz assim. Eu fico mesmo com a cabeça no mundo da lua e das estrelas. O que eu posso fazer Brown? Definitivamente resolvi ficar em paz comigo.
Denise Portes

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Trapezista

Se em mim tudo mexe e remexe numa confusão de sentimentos. Se me faltam palavras no meu sentir e se a angústia me afoga e me sufoca. Ah, eu invento um mundo, escrevo um texto, crio um personagem e mergulho nesta maré de sentimentos. Nado com braçadas largas em busca da minha alegria e ninguém disse que é fácil. Essa é a função do equilibrista que quer chegar em algum lugar, eu acho.

Denise Portes

Iemanjá, a Rainha do Mar.


No candomblé sou filha de Iemanjá com Oxossi, disse-me certa vez uma mãe de santo.Eu como sou uma admiradora das religiões e uma seguidora das forças divinas, dou viva ao dia de Iemanjá. Vivo a me perguntar se esse meu fascínio pela montanha e mar vem dessa ligação. Afinal Oxossi é o rei das matas e Iemanjá a rainha do mar. Será que moro em uma cidade como o Rio, cercada de mar e montanhas por isso? Pois ai vai uma estrofe de um hino lindo que me acalenta:

“Iemanjá, Iemanjá leva pras ondas do mar,
Todo mal que aqui está leva pras ondas do mar.
As ondas são as princesas que iluminam a rainha do mar,
São forças da natureza treme a terra e geme o mar.”

Denise Portes

Valeu queridos.

Eu me senti tão amada por vocês, pelos meus amigos, por minha família. Obrigada com todo meu coração. Pra mim o mais importante na vida são esses laços eternos que criamos com alguns, com muitos, com poucos conforme o querer de cada um. No dia do aniversário que comemoramos com nós mesmos, de alguma forma é único, intenso e imenso.
Eu tenho que agradecer a cada um que de alguma forma faz parte da minha vida. Eu tenho que agradecer por estar toda uma vida tentando melhorar e ter algumas pessoas gritando:
-Você vai conseguir.
Obrigada queridos, para os sensíveis é muito importante um carinho como o de cada um de vocês.
E para quem se sente tocado e faz parte desse show. Eu amo, isso faz toda diferença.

Denise Portes

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Dia do meu aniversário.


O passado volta com a força das suas cores, traz lembranças, invadi a casa, tingi o quintal e borra o meu coração! As cores se misturam e de presente de aniversário, eu quero: saúde, amor, tranquilidade, paz e perseverança. Amores felizes sempre, para sempre, sempre.

Sempre, para sempre, sempre.

Sempre, para sempre,sempre.

Sempre, para sempre. sempre...

Denise Portes