segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Anjos

Era um par de asas brancas e brilhava no escuro, como os vagalumes. Eu não precisava de outra coisa a não ser ajeitá-la com cuidado e seguir. Era tanta descoberta de labirintos internos e de um pulsar de emoções, que eu nunca mais quis deixá-la. Eram os anjos me guiando pelos caminhos da sensibilidade.

Denise Portes

7 comentários:

† Dandara † disse...

Mesmo sem saber somos sempre guiados por anjos...

beijos!

† Dandara † disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata Fagundes disse...

Bela caminhada...

beeeeeeeeijo Denise

Andréia souto disse...

E sua sensibilidade contagia...

Abraços e boa semana!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Denise
Esses labirintos interno, quando mais os desvendamos, mais nos conhecemos.
Bjux

A. Reiffer disse...

Oi, fazia um tempinho que eu não vinha aqui, tenho andado com pouso tempo, mas qndo o faço sou sempre bem recompensado. Abraços!

LILIANE disse...

que lindo....
os anjos sempre estão nos acompanhando de um jeito ou de outro.
Denise, vim convidá-la pra participar da 1ª blogagem coletiva do Blog Sonhareser, dia 22/02, com o tema Sonhar e Ser, o que os sonhos fazem por nós?!
será uma honra tê-la conosco na comemoração do lº aniversario do blog.
beijos.