sábado, 1 de outubro de 2016

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Reflexo condicionado.

Existem músicas que acionam reflexos condicionados imediatos, hoje tudo corria bem no setor emoção quando o rádio tocou: “Há de surgir uma estrela no céu cada vez que você sorrir...”. Sentimento bom para o coração de um poeta. 

Denise Portes

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Por ai...

Descobri que não dá pra ficar jogando sentimentos em redes sócias, gera uma preocupação e cada um acha que você escreveu pra alguém. Tá certo, quem manda ficar se expondo assim. 

Denise Portes

terça-feira, 27 de setembro de 2016

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

domingo, 25 de setembro de 2016

Confesso.

Não se avexe não, caso eu tenha um novo amor eu conto... Se o amor antigo acabar eu te falo e se eu sofrer de amor não é aqui que eu vou contar.

Denise Portes

sábado, 24 de setembro de 2016

Paixão.

- Eu não sei mais como é estar apaixonado. – disse-me ele.
- Entendo. - respondi.
- Você entende?
- Sim, quando a decepção do para sempre acontece, nós sempre pensamos que nunca mais.
- Eu não acredito nisso. - Ele disse sorrindo.
- Nem eu.

Denise Portes

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Primavera

Depois de uma semana insana de ansiedade, focada no futuro e mesmo com toda meditação, vinhos, amigos, serra e cerveja o tempo nublou por dentro. Eu olhava para mim e me perguntava: Mas o que é isso? Tá louca? Você já sabe o que fazer para não viver assim... Imaginava que sabia, mas os surtos vêm, eles ainda vêm misturados à dor e confusão de uma mente que pira e transpira. Crio textos, busco palavras e lá vai à vida me levando para caminhos tortuosos onde não acho explicação para o meu caminhar. Deixe-me ir eu grito para os meus fantasmas emocionais, mas eles não me ouvem e nem me percebem, sou eu que olho para eles e não gosto do que vejo. O lado obscuro do viver e do sentir. Não adianta céu azul e nem nada que venha de fora, a dor vem de dentro, das entranhas da alma. Umas gotas de Rivotril, não eu nunca tomei medicamentos depressivos, mas quem sabe é químico? Não tem pé e não tem cabeça, uma montanha russa de sentimentos bipolares. Hoje ao acordar eu voltei como num passe de mágica, a ser a pessoa apaixonada que sempre fui. Acho que foi a chegada da primavera que me trouxe flores e a brisa veio soprando de longe essa alegria que estava me fazendo uma baita falta. Passou... 

Denise Portes

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Feliz aniversário.

Foto Cecília Helena Junqueira.

Vinte e uma primaveras que chegaram hoje juntas com a nova estação. Os cabelos com pedaços cor de rosa e os sentimentos intensos... Olha ela cheia de charme e opiniões próprias e o nosso amor construído em versos e arte. Com toda a luz da espiritualidade você chegou e me trouxe o amor mais desconhecido, invade e fim. Mas ele também é construído e no nosso caso lindamente. Ah meu amor não é nada demais, são baldes de ternura e oceanos de alegria. Feliz aniversário minha filha e que todo o Universo te encha de luz e proteção. Te amo e não é de hoje, mas de muitas e muitas vidas.

Denise Portes

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Sente.

.. e a ausência vai se transformando, bem aos poucos, 
em um outro tipo de presença..

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Tentativas.

Eu fico tentando organizar o amor desorganizado  dentro de mim, consigo sentir, sentir relaxada, muitas vezes confuso e perturbado, mas tento, juro que tento. 

Denise Portes

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Um olhar.

Projetamos nas pessoas o que gostaríamos que elas fossem para nós... Ficamos procurando alguém que caiba em nossos sonhos. Acredito que mais do que todos os nossos pensamentos projetados em um relacionamento é necessário acreditar no que o outro nos diz a respeito dele. É preciso aprender a ouvir.

Denise Portes

domingo, 18 de setembro de 2016

Amor.

A minha filha, me diz: O que mais quero de aniversário é passar esse dia com meu namorado em São Paulo. Respondo: Eu não concordo, como mãe. Caso fosse eu a apaixonada eu iria. Ela sorri feliz, para mim e diz: Mamãe,  isso é amor. 

Denise Portes

sábado, 17 de setembro de 2016

Herança.

Sou filha de um pai e uma mãe que eram felizes. Eles gostavam de receber e ter amigos, eles enfeitavam a casa, minha mãe arrumava uma mesa bonita e meu pai tinha sempre uma cerveja gelada. A casa sempre teve um ambiente alegre e nada pesava. As datas eram comemoradas, aniversário, páscoa e o Natal com todo o colorido dessa data. Rezávamos em volta da mesa antes das refeições e respeitávamos nossos pais, tínhamos sempre a sua benção, mas unidos a tudo isso eles foram não só o nossos companheiros de viagem como nossos amigos. E não foi depois da morte deles que reconhecemos isso, durante toda a vida eu e meus irmãos tivemos carinho, respeito e sempre nós dissemos a cada um deles: Eu te amo. Felicidade lá em casa não era sentimento raro, éramos felizes. Eu acredito que a nossa união, a força do nosso amor e a certeza que a vida é fugaz, fez com que tivéssemos muito o desejo de viver momentos mais felizes. Essa é a minha maior herança. 

Denise Portes

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Adeus Domingos Montagner

Ele tinha a humildade que somente os palhaços têm.