domingo, 21 de novembro de 2010

My Bike


Talvez amanhã eu não consiga caminhar, acordei com esse espírito “pedalador” e fui. Andei abusadamente sobre minha bike, detalhe, como se eu tivesse quinze anos. E por mais que a gente diga que não, cansa. Engraçado essa história de bicicleta, ela sempre fez parte da minha vida e quando não fez, fez muita falta. Andar de bicicleta é fácil, andar muito de bicicleta já não é tão fácil.
Eu tenho uma bicicleta incrível, nada de coisa muito além, mas muito boa. Dessas que passa marcha pra subir uma ladeira e você sobe a ladeira tranquilamente. Passear de bicicleta é econômico e harmônico. Mesmo quando eu morava em cidades que não eram exuberantes eu a incluía na minha vida. Uma época eu morei três meses na Europa, aluguei um loft em Amsterdam e fui trabalhar em um restaurante brasileiro. Não é bom ser gringo em lugar nenhum, essa é uma verdade que carrego comigo, porém a experiência foi demais. Eu tinha uma bicicleta e não existe no mundo lugar melhor pra ter uma bicicleta, eu pensava. 
Eu descobri que ter uma bicicleta é andar de mãos dadas com o analista, ela é um veículo para reflexão. Quer um conselho, se você não sabe o que fazer da sua vida, compre uma bicicleta. Boa viagem

Denise Portes.

2 comentários:

Paula disse...

Sabe que isso tudo que vc disse eh mto verdade.. ja me deu uma vontade de andar mais de bicicleta.
A ultima vez que andei, foi muito bom! mesmo sendo pouco; sou pessima com bicicleta, sempre fui melhor nos patins.. mas lendo seu texto deu vontade de andar de bicicleta de novo.
Sensacao de liberdade suas palavras me deram ;]

Beijos, boa semana!

Bloguinho da Zizi disse...

Puts....
vou te contar um segredo....
não sei andar de bicicleta.
Acredita????
Tentei depois de velha, mas.....
Veja só o que perdi.
Humm...