sábado, 13 de novembro de 2010

O poder do sentir.

Eu vivo em versos e poesia, meu mundo transborda sentimentos. Fico emocionada com detalhes e isso não é opção minha é o meu olhar para as coisas. E quanto mais me entrego ao delírio dos versos, ao som da música, as tintas dos quadros e ao poder das palavras, mais eu fico integrada ao silêncio da madrugada. O crepúsculo chega à sabedoria me invade assim como a cor que o mundo tem cada dia.
A arte me envolve e me absorve e fez nascer no meu coração o sentir. Como uma raiz liga árvore à terra a sensibilidade me liga ao mundo. Não posso mais viver sem essa teia que me liga ao divino e ao poder do sentir.

Denise Portes

11 comentários:

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Encantadaaa!!!!lindo poemaaa!!!amiga desejo á vc.um fds.cheio de amor!!beijos queridaaa!!

AC disse...

"Não posso mais viver sem essa teia que me liga ao divino e ao poder do sentir."
Denise, estar desa forma na vidaé um verdadeiro privilégio.

Beijo :)

Claudinha Monteiro disse...

Sentir é o único poder que enfraquece, vulnerabiliza e ironicamente, torna alguém indivisível!

Belas palavras as suas, Denise.
Bom fds

Néia (Dulci) disse...

Denise minha cara, vc com esse post transbordou sensibilidade! lindo demais!
Beijos

'Lara Mello disse...

Sentir é para poucos..Bju!

Mundo do Gê disse...

Também vivo pelo sentir, mas por vezes sentir dói...Mas depois passa...

Abração!

Mundo do Gê disse...

Denise, cheguei aqui em seu mundinho tão lindo,e me encantei, acho suas palavras, seu sentir mais ainda...
Gostaria de pedir suas palavras emprestadas, para que elas encantem o meu mundinho também...
O Mundo do Gê, ficaria mais lindo com elas, é claro que darei todo o crédito e destacarei sua autoria...
Se me permitir ficarei agradecido e feliz...

Abraço!

Nina disse...

Q lindoo!! Encantador!!


Bjinhos

Nina

Leo disse...

E eu também não posso viver sem sentir, sentir faz todo o sentido.

Beijos, Denise!

Wanderley Elian Lima disse...

A isso chamo de sensibilidade.
Bjux

ONG ALERTA disse...

Lindo por isso precisamos tocar uns nos outros...
Beijo Lisette.