terça-feira, 30 de novembro de 2010

Reflexão.


Demorou um tempo, muito tempo, pra que eu pudesse ser exatamente quem eu sou. Precisou que alguns fios de cabelo ficassem brancos, de algumas cicatrizes, de várias perdas e de muitas lágrimas. Precisei abrir mão de algumas certezas e ficar completamente vulnerável. É o mistério do tempo, você vai se atirando, ferindo, curando, curtindo e o tempo vai te levando. Mas quem procura dentro de si enxerga em algum momento. Algumas pessoas demoram mais e dizem que tem quem nunca se encontra, eu não acredito. A pessoa não vai conseguir passar pela vida sem olhar o espelho da sua alma, aprender a pedir desculpas e estar de frente com sua culpa e seguir. Eu sinto como se fosse uma travessia, em que alguns momentos são muito difíceis, porém quando a sabedoria vai tomando conta da alma, ai sim, muita calma nessa hora. Você não está pronto, você só começou a entender. É nesse lugar que eu me sinto, escancarando meu afeto e abrindo mão de ser discreta. Eu só quero é ser feliz comigo mesma. Eu posso, eu acho.

Denise Portes

10 comentários:

Franck disse...

tempo...tempo...tempo...que sábio!
Bjs*

Júlia Santos disse...

Você pode, tenho certeza =)
Beijo :*

J. disse...

Podemos...o tempo vai ajudar...precisamso de tempo

Lu Olhosde Mar disse...

perfeito isso, sinto a mesma coisa.

Monnie Lobo disse...

"A pessoa não vai conseguir passar pela vida sem olhar o espelho da sua alma..."
Adorei o texto :)

AC disse...

Quem abre assim a alma já passou por muita intempérie.
Quem abre assim a alma sabe o que diz e sente.
Quem abre assim a alma sabe o a importância das pequenas coisas na vida.
Quem abre assim a alma está preparada para seguir em frente...

Beijo :)

'Lara Mello disse...

Esse texto é uma lição para a vida toda Adorei..

Néia (Dulci) disse...

" É nesse lugar que eu me sinto, escancarando meu afeto e abrindo mão de ser discreta".
Denise,quando nos viramos pelo avesso é que realmente mostramos nossos atributos, quer sejam agradáveis aos outros ou não, mas é assim que nos fazemos felizes.
Um beijo querida.

Suzi Montenegro disse...

.

Olá, menina fada!

Saudades tuas também.
Fico sempre feliz com tua presença.

Em minha opinião, o livro e´ maravilhoso! Recomendo!


Beijos muitos

.
.

Mi Satake disse...

O tempo tem esse misterio né Denise.
Ele tira e acrescenta!
Tempo sábio e implacavel!

Beijos