sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Flutuo

Eu sempre sonhei que flutuava e era cada instante.
O pensamento renova suas forças, o amor faz a gente voar
Eu fico muito feliz de você existir pelos caminhos que ando.
Estou sentindo uma clareza tão grande.
Uma mistura de sentimentos dentro de mim.
Eu redescubro magias abrindo caminhos.
É desse jeito que tudo surge, seu olhar me toca
E como num passe de mágica o mundo se transforma.

Denise Portes

10 comentários:

A. Reiffer disse...

Um tocante lirismo, parabéns!

Juci Barros disse...

Quando venho aqui sinto-me como nos tempos em que sonhava com um mundo encantado. Você tem um dom incrível.
Beijos.

Patricia s2 disse...

Tão profundo e com um encanto incrivel. Sinto paz, me faz ter esperança.
bjs

Mi Satake disse...

Amor, amor, Denise!

As vezes sinto essas borboletas também!
Lindo post!
Beijosss

Néia (Dulci) disse...

Por aqui flutuo, não quero por os pés no chão!
Beijo.

Renata Fagundes disse...

a clarividencia do amor...

beijos cintilantes

Confissões de uma borboleta disse...

Amar é construir sua própria estrada, ainda que hajm curvas turbulentas, vale a pena sentir.
Beijos

Richard Mathenhauer disse...

Que pena que não saiba compôr para poder cantar sua poesia... :-(

Abraços!

José Carlos Brandão disse...

Que imagem mais linda! Pura poesia. O poema é mágico.
Beijos.

Paula disse...

Que lindo Denise.
Amor eh maior que tudo e pode tudo.
Meu namorido vive sonhando que flutua e eu de vez em quando..deve ser o amor neh! rs..

Beijos e otimo fds.