quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Estranho ser o amor a causa e o perdão
pelos nossos maiores desatinos.

Be Lins