terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Obrigada Mamãe.

Eu me lembro que bem pequena, quando eu morava no interior, eu via os meninos na praça jogar bolas de gude.
Perguntei a minha mãe se eu poderia comprar bolas de gude.
Ela deixou. Eu comprei várias delas, aprendi a jogar e participei dos campeonatos dos garotos. Eu perdia todas as partidas e ninguém, nem mesmo meu irmão, queria ser meu parceiro.
A verdade é que eu não gostava do jogo, eu gostava de colocar as bolinhas contra o sol e descobrir desenhos mágicos em cada uma delas. Mas o que eu mais gostava é de ver as bolinhas coloridas deslizando sobre a terra e a emoção da criançada pulando e gritando:
-Ganheiiii.
Eram os finais de tarde ensolarados, envolta daquela molecada bonita. Naquela praça florida, onde a vida era bebida aos goles eu pressentia os tesouros que a vida inteira fariam parte das minhas lembranças.

Denise Portes

11 comentários:

Tati Nanda disse...

eu adorava... jogava com minha irmã.. nenhuma das duas jogavam bem.. eu gostava era de pegar as bolinhas, e colocá-las contra a luz. pra ficar observando seus desenhos mágicos... *-*

eu pensei em dedicar ao seu blog o selinho q ganhei.. mas como já dediquei algumas vezes outros, e como nunca vi vc postando selos, nem fiz. mas eu gostaria de ter feio. pois seu blog é lindo e mágico. eu peguei algumas poucas imgens dele.. imagens de internet mesmo, na pessoal seu. pq achei os desenhos lindos. tem algum problema?
xero. fica na paz

Juci Barros disse...

Eu também brinquei de bolas de gude, e também perdia sempre rsrs.

Beijos.

Bloguinho da Zizi disse...

E não é que eu gostava também??... mas não brincava na rua com a mulecada, a mamãe não tinha esse desprendimento.
Mas, sempre gostei da magia das bolinhas.
Pra ser sincera, tenho algumas enfeitando uns vasos de flores lá no quintal e, sempre que as olho, minha infância salta do mental para a realidade e lá vou eu olhar uma ou outra contra o sol.

ૐ 'Priiscylα disse...

Brincava muito de bolinha de gude quando criança, adorava, infância boa ...

Katja Malena disse...

Oi flor! Tem selinho pra vc no meu blog!
Ótima semana!
Beijinhos

Lúcifer [ O que leva a luz ] disse...

Este post me trouxe boas recordações. Por sinal, deixei de chupar chupeta por causa de 1 real para comprar de bila. =D
Eu tinha doze anos, acredite.
Até mais.

Barbara disse...

adorei o post, lendo seus texto, consegui imaginar crianças na praça brincando.. hehe ^^

voltei a postar, como tinha recadinho seu lá, vim avisar ;)

beijo grande!!

Andréia souto disse...

Denise, lindas lembranças.Li e consegui imaginar.Quando crianças, as travessuras e lembranças são bem parecidas."O que a memória ama, fica eterno."

Abraço.

Néia Lambert disse...

Denise, tão bom poder recordar!
Um beijo.
Néia

Patrícia disse...

Adorava bolas de gude!
Tb tinha, mas nunca jogava... só tinha porque achava bonito.
Gostei muito do texto... mostra que ganhar não é o importante. Você ganhava muito mais que o jogo!
Beijo

Marinha disse...

Lindas lembranças, Denise! E mais lindo ainda é agradeceres a tua mãe por ter permitido que brincasses para sonhar acordada.
Belo blog!
Bjo e paz, querida.