sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Loucos

Onde mora loucura? Na parte mais sensível e intocável do ser humano, eu diria. Num lugar onde a compreensão não pode mais tocar e o sentir acontece numa velocidade espantosa?
Eu acho que a loucura mora do lado do amor mais profundo, do gostar inexplicável, daqueles que se sentem incompreendidos.
Lá onde as palavras não alcançam o som.
Será a loucura o mundo dos incompreendidos, que ansiosos por alguma forma de expressão, buscam as mais variadas formas de manifestação?

Denise Portes

3 comentários:

Andressa Tavares Braga disse...

acho que a loucura sempre anda próximo do coração.
porque só muita loucura pra explicar um amor que a gente não entende.

Néia Lambert disse...

Denise, seu texto me fez lembrar de uma música que eu adoro:
"Sim sou muito louco, não vou me curar
Já não sou o único que encontrou a paz
Mais louco é quem me diz
E não é feliz
Eu sou feliz".

Um beijo
Néia

Por que você faz poema? disse...

A loucura mora em meu espelho.