terça-feira, 15 de novembro de 2011

Voo de descobertas.

Voo para distante e vou descobrindo universos diferentes.
Nada está fora, mas sinto-me longe do que eu acreditava ser.
Borboletas enfeitam e colorem meu cotidiano,
Perdi minha pureza e a leveza que eu acreditava ter.
Não sou mais delicadeza,
Ou será que nunca fui?
Nem sentimentos sobraram em meus passeios.
Nos delírios constantes por onde meus sonhos visitam,
Eu não reconheço mais as minhas sombras e sobras.
Vou construindo versos e pintando de outras cores.
Um novo sentir entra no meu jardim,
Já não me reconheço, mas acredito em outro horizonte,
Sinto a madrugada se aproximar.
Numa noite estranha a gente se estranha.
Uma nova borboleta surge no ar.
E num voo rasante bordando a madrugada,
Eu me revelo mais forte e mais perto do que acredito ser.

Denise Portes

10 comentários:

Lily disse...

A delicadeza apenas trocou de roupa, de voo. Tornou-se firme no ar.

Saudades de voce!

Beijos!

Suzana/LILY

Alice disse...

"Borboleta é uma cor que voa" E nós somos várias cores, às vezes uma sobressai mais, somos múltiplos. =)

Beijos

Gaby Soncini disse...

Essas descobertas repentinas de algo dentro de nós.

Lindo Denise!

Beijos!

remall disse...

que delícia de um novo ser...
transformações nos fazem cada dia melhores.
lá vai uma nova borboleta para um novo voo

Patrícia disse...

É exatamente assim quando volto de um vôo... lindo demais!
Beijo

Calu disse...

E, não será esta uma das sinas do humano?Estar,de tempos em tempos a enfrentar novos universos, novos desafios, muitas questões, grandes dúvidas e alguns autos-reconhecimento.
O que fomos não se esvai apenas muda a roupagem, mas a essência permanece.
Bjos,
Calu

Vanessa_Oliveira disse...

Delicadeza pura Denise.
beijos ***

'Lara Mello disse...

Eu como sempre amo suas postagens, mas parece que anda acontecendo algo contigo, e está deixando claro nas entrelinhas.. Sorte! =)

Gilvânia Souza disse...

Sou fascinada pela liberdade efêmera das borboletas...
Beleza que seduz e foge...
Mas dura o suficiente pra encantar o olhar e eterniza-lo na memória.

Beijo

Valéria disse...

Oi Denise!
Lindo!!!
Estamos sempre nos reinventando, tentando novos voos, é a magia da vida.
Beijinhos!