quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A minha lente.

Foto Roberta Simoni

Eu vejo através das lentes de um dia sem cor, pois é assim que construo meus momentos de amor. Nem sempre as coisas caminham como a gente quer e dentro do meu peito eu tenho um olhar feminino, para as belezas que se eternizam, para tudo que me toca e me provoca catarses. No cotidiano preciso de outro olhar, mais masculino para a realidade e mais doce para fantasias. Um olhar acre doce, pois as partes de mim se repetem, se desencontram e desembocam dentro do preto e branco. Adormecem em uma luz colorida criada pela força do meu pensamento, que eu insisto em seja positivo.

Denise Portes

3 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

A cor do dia está nos teus olhos, guiados por tua mente, orientados pelo teu coração.

Bom dia!!!!
Beijinhos

Moran, andarilho disse...

Lindo e sensível como sempre, Denise. Há que se ter a contraparte, não para olhar um ao outro, mas para olharem juntos a frente. Grande beijo, Moran

'Lara Mello disse...

São poucos os que tem essa sensibilidade! ^^