quinta-feira, 28 de abril de 2011

Um Amor Maior

Eu gostaria que entre nós dois não coubessem nenhum segredo e que a gente pudesse amar tranquilo. O amor deveria ser colorido de alegrias e descobertas e que no nosso cotidiano a gente corresse atrás de ficar mais feliz. Não quero revirar sentimentos revirados, muito menos sentir ciúmes de histórias que não me pertence e que não fui eu quem escolheu viver.
Definitivamente eu não gosto do lado negro do amor, aquele que nos cobre de medos e inseguranças, aquele que compete e irrita que arranha e faz sangrar. Eu sinto o amor como quem ouve uma música, mesmo a distância. Eu quero um amor maior.

Denise Portes

“Anda sempre tão presente o tormento comigo, que eu mesmo sou o perigo”

8 comentários:

Anrim disse...

Dê, vc se supera, sempre!

Confissões de uma borboleta disse...

Como diz Cazuza:

"Eu quero a sorte de uma amor tranquilo, com sabor de fruta mordida..."

Beijos

Wanderley Elian Lima disse...

O amor, jamais deveria rimar com dor.
Bjux

RosaMaria disse...

Quero um amor maior!
Maior que eu!

Perfeito como sempre, beijos!

Maíra K. disse...

Creio que um relacionamento com segredos não dê certo de jeito nenhum! rs.

Beijos,
;*

Guilherme Fraga disse...

Amor poderia ser só amor, mas até neste sentimento avassalador a dor se encaixa, nada é perfeito.
Ame.

Giovanna disse...

parece que vc tá me descrevendo kkk
adorei seu blog, já to seguindo
beijos
likehappydream.blogspot.com

Lu Olhosde Mar disse...

eu tb, como canta o Jota ' um amor maior que eu".