quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Guerreiros

Eu quero ser pescador de ilusões, colher frutos de um cotidiano que segue rápido ao encontro dos sonhos. Fazer versos, escrever em prosa os meus descaminhos. Não nasci para ser sombra, quero o sol, o brilho das estrelas, o amanhecer de um dia repleto de esperança. Eu não sou igual e as nossas diferenças se completam e se misturam numa química eterna de aprendiz de feiticeiros, num terreiro de magia. Assim somos nós, turistas de guerra, travando uma batalha eterna no caminho que trilhamos vida a fora. Nessa solidão desenfreada dos guerreiros eu sei que posso contar com os fortes. Estes eu quero em minha vida hoje, sempre e para sempre.

Denise Portes

2 comentários:

Patrícia disse...

E assim também nos vemos mais fortes... bem mais do que imaginamos. Beijos!

Gaby Soncini disse...

Você Denise é uma guerreira que sempre vai trazer luz para esse mundo ^^

Beijos!