domingo, 15 de janeiro de 2012

Descansos na alma.

Os domingos embrulhados em dia nublado, como o fim de um suspiro profundo. Os dias mais silenciosos, o som da madrugada invadindo o ar. Enfeito com flores o vaso, a mesa, as lâmpadas que iluminam minhas ideias e meus caminhos. Ah, essa minha eterna busca de felicidade, pelos cantos das mais profundas incertezas. Esse descanso que busco nas histórias inventadas, esses labirintos da alma, que tranquilos me avisam para aproveitar a calma desse dia. Descanse e repouse sobre as telas suas lembranças em busca de memórias distantes mais uma vez, outra vez no era uma vez.
Denise Portes

4 comentários:

Gaby Soncini disse...

Gostei tanto que vai para meu caderninho de trechos especiais *.*

Beijos!

Alê disse...

Eu amo domingos suspiros, como esse que descrevestes,

Um beijo

Andressa Tavares. disse...

felicidade, um dia a gente chega lá..

Cibele disse...

Que Lindooooo :D