quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ser Leve.

Eu quero ser leve. Eu vivo a repetir isso para mim e para as pessoas que amo. É quase um mantra na minha vida tão corrida. Eu perco a cabeça e tantas vezes não me entendo e invento enorme diálogos internos para entender a falta de atenção do outro. Eu sempre sonhei em ser uma pessoa mais calma e mais tranquila, mas infelizmente essa não sou eu.
Eu sou um turbilhão de emoções e de uma sensibilidade, às vezes confusa, que transborda em palavras e uma eterna busca interna. Eu quero ser leve para conseguir voar feito uma pluma sobre minhas emoções e ter a tranquilidade de olhar para o caminho que estou trilhando com mais cuidado comigo e com quem caminha ao meu lado.

Denise Portes

9 comentários:

Maíra K. disse...

Nada melhor do que se sentir bem consigo mesmo! ;D

Will e Fá disse...

Ah, Dê!
Eu também quero tanto ser leve, mas quando vejo já estou explodindo, irritada, tensa e preocupada com as coisas que simplesmente não tenho controle.
Mas ser leve é um exercicío diário, e espero eu, um dia, quem sabe, chegar lá.rsrs.

Beijos,

LHÚ WEISS disse...

Dê,querida! Mas se você for mais leve do que uma pluma, o vento te levará para bem longe e nós pobres mortais ficaremos sem suas belas palavras!!
Ah,não! isso não! rsrsrs
Gosto dessa Dê que me encanta com palavras mesmo que seja com os pés bem fincados no chão! rsrs
Abraços
Lhú Weiss

Valéria disse...

Oi Denise!
Nooossa, lindo!
Tocou fundo, pois me sinto assim!
Beijinhos!

Néia Lambert disse...

Denise, a falta de atenção do outro é incompreensível, inaceitável, dolorosa,uma vez que você não mede esforços para estar sempre atenta aos sentimentos de todos!

Um beijo.

Néia Lambert

Patrícia disse...

Ai Denise, é o que eu quero também, mas quando vejo estou enlouquecendo com alguma coisa, algum sentimento ou alguém... quem sabe um dia seremos assim dia após dia?

Afetos e Ofertas disse...

Querida Denise,
me encontrei plenamente neste post hj...tb quero mt ser mais leve...mas sou um turbilhao de sentimentos....

beijos

Nana Andrade

Calu disse...

Denise,
talvez em tua ligeireza se encontre tua leveza, que está apenas mesclada e por isso despercebida no teu ser e sentir.
Mas, pense, se vc intensa como é, revertesse teu ser em leveza, iria flutuar.
Bjkas,
Calu

Luzia Trindade disse...

Também quero tanto aprender a ser leve, embora muitas vezes eu aja sem pensar e com intolerância.

Um beijo