segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Humor

Ele olhou para casa, observou tudo que construiu, pensou no vivido e no não vivido. Realizou sonhos e perdeu outros sonhos, substituiu novamente. Ele temperou a vida com realidade e fantasias. Ele fez amigos, teve filho, acampou na praia e nas montanhas, foi muito ao cinema, virou a noite estudando pra prova. Tomou café, coca-cola, água de coco. Gostava de comidas pesadas, mas agora é vegetariano. Já foi tão malhado que não saia da frente do espelho e gordinho de tanto se fartar de porcarias. Foi eclético no time de futebol, na religião e no sexo. Namorou muito, apaixonou-se algumas vezes e fez de cada amor uma amizade, porque é preciso transformar amor em amor.
As pessoas acham que ele é de bem com a vida, um eterno apaixonado. Hoje quando alguém pergunta para ele como ele consegue ficar tão bem, ele responde: “O humor muda o foco e eu tempero a minha vida com muito humor, sempre.”
Esse pode ser o grande segredo da longevidade, levar a vida, as amizades, os problemas, os amores com muitas doses de humor.
 
Denise Portes

*Esse texto faz parte do projeto "Dois Olhares" de Denise Portes e Néia Lambert http://www.eternosim.blogspot.com/*

6 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

De
Bem vivido
mal vivido
tudo é vivido

Mas viver com bom humor é bem melhor.
Sábio ele....

Beijinhos

Vanessa_Oliveira disse...

Tudo muito bem vivido sempre.
^^
maravilhoso Denise.
Bjim***

Hélio Netho; disse...

"Foi eclético no time de futebol, na religião e no sexo. Namorou muito, apaixonou-se algumas vezes e fez de cada amor uma amizade, porque é preciso transformar amor em amor."

Adorei a descrição...

Karla Dias disse...

Adorei a dica Denise.
Se pensarmos assim ser feliz não é difícil...Beijos

Will e Fá disse...

Amém!

Boa semana, Dê!
beijos,
Fá!

Néia Lambert disse...

Denise, uma boa dose de humor pode deixar a vida bem mais leve e mais bonita. Que tenhamos bons motivos para rirmos juntas, sempre!

Um beijo.

Néia Lambert