domingo, 9 de outubro de 2011

Salve Jorge Fernando

Tudo começou há seis anos. Fui convidada por Maria, minha amiga querida, para escrever um esquete para o Jorge Fernando, irmão dela. Ele gostou e me chamou para viajar pelo país com a peça BOOM, encenada por ele e durante a viagem conversar sobre o seu novo espetáculo. Aula particular de criação com Jorginho. Foram onze viagens, cheia de risos e muito assunto, gravações de depoimentos e muitos textos.
Terminada a primeira etapa ele mandou que eu fosse estudar, fiz inúmeros cursos de roteiro, li livros, artigos, grupos, parcerias. 
No início desse ano ao lado do Jorginho montamos o texto, Salve Jorge Fernando, a história da vida e da trajetória dele, cheia de humor e verdade.
Eu mudei o rumo da minha vida e escolhi uma nova profissão. Hoje caminho na odontologia e no mundo da arte. Nós vamos estrear em janeiro em um dos teatros mais bonitos do Rio de Janeiro. Acreditar nos sonhos é ilusão? Eu não sei, mas a nossa peça termina com uma frase que amo: “O que a gente não inventa, não existe.” A peça existe e eu aprendi muito. Obrigada Maria e  Jorge. Vamos que vamos.

Denise Portes

Cartaz na porta do shopping da Gávea.

3 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Parabéns Denise.
Vc manifesta a sua arte em duas maneira, cuidado da boca das pessoas de um lado e do outro trazendo poesia e alegria.
O que vc inventou, criou e agora a manifestação da tua arte vai se espalhar ainda mais.
Teu momento de expansão onde tua luz vai chegar e tocar muita gente.
Beijinhos

'Lara Mello disse...

Nossa, parabéns, algum tempo atrás eu queria muito fazer um curso de roteirismo, me casei, tive filho e é um sonho que acabei deixando para lá, depois do seu texto só me deu vontade de querer de novo, viva aos nossos sonhos :)

Não te contei?! disse...

Amei a história, Jorge é JORGE e o admiro pela sua vida. Ele sempre abre o horizonte de quem está perto. Parabéns aos dois! Em janeiro estarei lá. bjbjbj