sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Me Deixa

Faz assim, solta o meu anjo e me deixa ser feliz. Não sei brincar no meio da confusão, meu olhar é triste quando coberto por lágrimas de descobertas e o meu coração grita alto quando está ferido. Mas eu sigo e vou descobrindo arco – íris e acreditando no dia mais bonito e em almas coloridas. É que sou feita de um material parecido com papel crepom, amassa, mas volta, enruga, mas brilha. Vai, solta meu anjo e me deixa encher de cata-vento minha vida e quem sabe assim, eu sopro você para bem longe dos meus pensamentos.
Denise Portes

6 comentários:

Ana Gabriela Camargo disse...

Denise querida,
quando as histórias se transformam leva um tempo para acalmar o coração.
Um beijo
Gabriela

Valéria disse...

Oi Denise!
Na tempestade nossos olhar fica embaçado, mas logo vem a bonança que tudo clareia e nos faz ver com olhos de esperança o nosso viver.
Beijos e fds de paz!

Alê disse...

Dê,

que doçura!

Nana Andrade disse...

Amei Denise o texto o desenho...

Tem momentos que tudo que precisamos eh isso eh que nos deixem pra seguir nosso rumo e sermos mais felizes, ainda que sejamos tristes..

bjss

Nana Andrade

Monnie Lobo disse...

Ei, tem selinho p vc no meu blog ;)
http://letmego-monnie.blogspot.com/

Nara disse...

Que coisa linda... lição de vida! (: