domingo, 1 de maio de 2011

Frágil

Eu que sempre fui tão corajosa, tão determinada e guerreira, fiquei frágil como uma asa de passarinho quando você me disse: “Eu te quero.”

Denise Portes

14 comentários:

Mero Esmero disse...

A fragilidade se manifestar das mais variadas formas. Mas a magia da vida nos mostra que ela nos ensina muito... principalmente a perceber as sutilezas da vida.

Fraterno Abraço

@monnielobo disse...

que lindo *--*

LUZIA disse...

E que não ficaria...

Bjoo

Bloguinho da Zizi disse...

Que delicadeza, a foto e a fala.
Denise. Agradeço o teu elogio lá no meu cantinho, mas quem posta no Flor e Essência é a Selminha, então o toque especial foi dela.
Beijinhos

Priscilla Cavazzotto disse...

Ah, que maravilha de post!
Adorei minha amiga!
Beijos meus e um bom domingo!

Guilherme Fraga disse...

Denise,

Já eu fico como uma asa depassarinho toda vez que leio suas palavras doces.

Sobre seu comentario no meu blog:
Nossa, foi uma honra ler-lo.
Fiquei supreso e feliz por saber o que você pensa sobre mim.
Concerteza sua filha deve ser uma gata, rsrsrs.[com todo respeito]

Beijo

♪ Sil disse...

Ahhhhhh Denise...e quem não ficaria?
Nessa hora a guerreira em nós, dá lugar a uma asa de passarinho mesmooooo rs.

Coisa linda isso!


Um beijo!

Alê disse...

Palavras perturbam, acendem, machucam, atraem...

Palavras como essas modificam totalmente nossos roteiros.

Néia Lambert disse...

Denise, as coisas do amor são assim, simples e absolutamente mágicas.

Um beijo, com carinho.

Néia

Thay Negrão disse...

Ah o amor faz a gente flutuar!!!
Lindo post...beijoo!!

L.Stein disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
L.Stein disse...

'...e foi feito asa de passarinho, assim, cativo de ti, que me entreguei ao vôo maior que poderia fazer: AMAR-TE.!'
(l.stein)

Ahhh, o amor! Até me inspirou e postei no blog!! ^^
bjsssss

Lukhas.

Confissões de uma borboleta disse...

Ora e pra quê ser forte sempre?
tem horas que devemos nos entregar mesmo...sem medos. Beijos

Noe* disse...

Mas deve ser uma fraqueza boa, uma fraqueza de sentir-se forte mesmo assim.


Um beijo, querida =*