quinta-feira, 26 de maio de 2011

Então...em comum.

Essa adolescência que não me deixa e que me faz ficar suspirando, quando assim desprevenida o amor invade minha vida.
Faça o que quiser de mim, eu sempre quis que fosse assim.
Esse amor que você me da sem parar e que deveria me deixar plena, me deixa insaciável de você.

Denise Portes

4 comentários:

Andressa disse...

Na realidade é bem verdade.
Quando mais você tem, mas você quer.
Parece que o amor nunca nos deixa saciados com a pessoa amada.
Sempre é muito pouco.

Confissões de uma borboleta disse...

Bom dia Denise..
Alguns amores nos deixam como adolescentes...sem muitas reservas, e ara quê tê-las mesmo?
Beijos

.:*Aline*:. disse...

E quando esses amores vem, nos tornam só coração, agindo como meninas cheias de devaneios.
*Bjim*

♪ Sil disse...

Ahhhhhhh, o amor...

Tem como não virar adolescente?

Ô coisa boa!!!

Um beijo!