quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Reflexo

Eu acredito que nós somos reflexos do que pensamos. A nossa vida anda como caminha nossa cabeça, assim seguimos fazendo as escolhas dentro do nosso universo particular. Olho no espelho e os anos passaram, meu rosto carrega marcas, mas o meu coração também. Eu acredito que encontramos o verdadeiro amor, quando paramos de projetar as nossas expectativas no outro. É difícil, pois estamos constantemente gerando reflexo dos nossos desejos na pessoa amada em um eterno diálogo interno repetimos:
- Poxa como eu gostaria que ele fosse assim.
Mas a pessoa pela qual me apaixonei era o que era e agora eu quero transformá-la em espelho do meu desejo? Alguma coisa está fora da ordem, fora da ordem do amor. Nós precisamos quebrar os espelhos para que o outro tenha brilho próprio.

Denise Portes

Um comentário:

Suzy Rhoden disse...

Denise, você escreve coisas muito bonitas e adequadas aqui!
Realmente, um dos maiores erros que cometemos é esse: projetar nosso ideal sobre o outro. Temos a vã ilusão de que "aperfeiçoando" o outro, o amor florescerá. Mas que tola ambição! O melhor que podemos fazer é mudar a nós mesmos. O amor independe da perfeição, se não descobrimos isso ainda, sinto muito, mas não descobrimos o amor.
Quebrar os espelhos me parece algo muito interessante! Ou, se decidirmos usá-lo, que seja para vermos a nós mesmos e não para obrigar outros a serem um reflexo daquilo que idealizamos!

Belo post, mais uma vez! Beijão.