quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Medos e mistérios

Essa coragem que eu sinto de me jogar no mundo, na vida, eu herdei da minha mãe, ela é assim; aventureira e guerreira. Eu era criança e ela me dizia: “Vai, muda, transforma, faz novamente.” Foi assim quando dei os primeiros passos, aprendi a andar de bicicleta, andei de ônibus sozinha, viajei para o Rio de Janeiro, atravessei o oceano para conhecer o Marrocos e quando aos quinze anos eu resolvi que sairia de casa, pois eu queria ser dentista. A minha mãe sempre diz para eu ter coragem, pois a vida é curta. O não vivido é o avesso de si mesmo, o caminho do coração feito pela contra mão. Certa vez, tomada por algum medo emocional ela me disse:
- Filha, a fantasia do que vai acontecer é muito maior do que a realidade. Olhe, avalie, pense e viva, mas nunca deixe o medo acorrentar você. Existe um oceano na sua frente, você vive num pequeno barco, lance sua rede ao mar e descubra os mistérios que existe nele. Você nunca vai se arrepender de ter coragem, vencer medos e desvendar mistérios. 

Denise Portes

2 comentários:

Mari Rehermann disse...

Lindo isso, Denise!! A vida é para ser vivida intensamente, e o que não nos permite ser intensos é o medo...Temos que ser mais fortes do que os nossos medos, ou então, estamos destinados a não sair do mesmo lugar uma vida inteira!!

Luz e paz em seu caminho!!
Beijos!♥

Maitê disse...

Querida do meu coração,
a sua coragem te diferencia, mas é a sua autenticidade e a sua alegria que me encantam.
Beijos saudades.
Maitê