sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Amizade

Não escolhemos a quem amar e nem de qual pessoa devemos gostar mais. Somos escolhidos no amor, fisgados pelo afeto embalado no nosso próprio sentir. O amigo é o espelho, escudo e o desafio diário. Alma nos olhos, luz do caminho. E por estas frestas o amor se manifesta, todas as vezes que juntos somos cúmplices dos segredos, medos, inseguranças e feito crianças ficamos magoados. 
É difícil o caminho cotidiano, no meio de um mundo urbano o nosso amor é sentido e faz sentido, depois de tantos anos de amizade, eu te ligo e digo: "Saudades de você."

Denise Portes

2 comentários:

Monnie Lobo disse...

Me lembrou um amigo *--*

Gaby Soncini disse...

Todas pessoas que tem amigos longe vão se encontrar nessas suas lindas palavras Denise.
Também tenho saudades, e digo sempre *.*

Beijos!