quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Fantasia

Não existe nada como o nosso amor, ele tem estorvo e verdade. Caminha sonolento por entre histórias sem base, deixando sempre um gosto de realidade, que vem rendado de fantasias. Eu te navego por entre as águas de Veneza e te encontro em minhas noites sem lua. Você é a minha loucura, pois somente o seu amor cura toda a minha insanidade. Eu te navego, tu me navegas.

Denise Portes

Um comentário:

.:*Aline*:. disse...

É bem isso o amor.. um navegar dentro do outro.. às vezes por mares revoltos, às vezes por águas calmas.. Mas sempre amor, sempre com a esperança de encontrar acalanto, sombra, paz e aconchego..