domingo, 27 de maio de 2012

Feminino

Sou frágil e romântica e não é somente desse mal que padeço. A maturidade chegou, porém os sortilégios que permeiam meu ser insistem em existir. No meu coração de guerreira existem segredos e mistérios que a minha razão desconhece.

Denise Portes

4 comentários:

RosaMaria disse...

Sofremos do mesmo mal (se é que ser romântica é um mal), a maturidade nos chega, tomamos xícaras e mais xícaras de chá com a vida, ouvimos, sofremos atentamente com os conselhos e devaneios dela, mas o romance, a crença no amanhã não nos deixa.

Um beijo Denise!
Fica com Deus.
Bom domingo

Cristiano disse...

Mas tem coisas que nunca mudam com a idade... só são assim...

remall disse...

como toda mulher...

Luzia Trindade disse...

Identificação total!