sexta-feira, 25 de maio de 2012

Acalento

A minha solidão é um turbilhão de pensamentos, repleta de diálogos internos, coloridos e muitas vezes cinzentos. Um mar revolto e o barco da minha alma solto a deriva no meio do mar. Ela tem um gosto acre doce e uma cor violeta, que pode ficar dourada se no meio da madrugada eu acordo sonhando com você.

Denise Portes

Um comentário:

Gaby Soncini disse...

Adoro a palavra título deste post, assim como adorei suas palavras.

Beijos!