quinta-feira, 15 de março de 2012

A tal da felicidade.

Quando eu deixo de cuidar dessa minha mania de querer ser feliz com pequenas coisas, imediatamente o mundo fica cinza. Eu fico tão triste, mas tão triste que o meu anjo, Brown, tem que me resgatar aos gritos. Suas palavras são sempre as mesmas. Como um eco ele repete, repete, até eu o ouvir sua voz doce dizer:
- Para quê isso? A vida é tão efêmera minha querida.
Eu vou formando bolinhas de sabão nas minhas lembranças, puxando e soprando a minha alegria de viver. Agradeço e devagar o meu sorriso volta a ficar brilhante e o meu mundo se torna azul.

Denise Portes
Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça de que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade...

Mário Quitana

3 comentários:

Néia Lambert disse...

Denise, é muito bom resgatar e não deixar passar a vontade de viver. No meu caso, quando sinto as forças aniquiladas, a fé (tão simples e tão forte) é o que me ampara sempre!

Um beijo

Néia Lambert

Bloguinho da Zizi disse...

Denise
Meu anjo já perdeu a paciência comigo.
É....eu consigo tirar ele do sério.
Quase perde as asas por tentar me por no prumo, rsrsrsrs

Vou tentar tua técnica de formar as bolinhas de sabão (que ainda gosto muito de fazer)e, vou puxar minhas melhores lembranças até a alegria voltar.

Gratidão a vc por me mostrar um caminho.
Gratidão ao Pai por ter colocado vc no meu caminho.

Beijinhos

Gaby Soncini disse...

Suspiro imenso aqui *__*