sábado, 10 de março de 2012

Por amor sempre.

Se mil vezes eu sofrer de amor, mais mil vezes eu vou amar. Para mim o amor colore, encanta e da à vida a tudo que é lúdico e nobre. Se de amor eu morrer em lágrimas também por amor são as minhas risadas. Foi na mansidão e no furacão dos meus encantos que vivenciei minhas emoções e me joguei de paraquedas e sem rede nas incertezas que me fizeram conhecer mais os labirintos do meu coração. De lá nasceram poesias serenas e nas noites compridas de prantos por muitos desencontros eu rabisquei em versos os contos. Deixei brotar e florescer dentro de mim a coragem de morrer e renascer de amor. Pois para mim para amar há de se ter coragem para viver o que de mais profundo existe na alma. Afinal o que viemos fazer nesse mundo a não ser aprender a amar, amar todos os dias, muito e mais um pouco. Que assim seja.

Denise Portes

2 comentários:

Ana Gabriela Camargo disse...

Ai o amor, não é Dê? Sempre melhorando a vida da gente.
Um beijo
Gabriela

Alê disse...

Dê,

Eu faço de suas palavras, minhas,

Eu acredito na força do amor,


bjkas