sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Amor tranquilo.

Eu quero a sorte de todos os amores tranquilos. Não quero me embolar na loucura do outro, pois eu também não quero que comprem a minha. O melhor é sempre a diferença e a troca.  
A verdade é que não temos direito de ultrapassar o limite do outro, isso é tudo e tudo é isso.

Denise Portes

Um comentário:

Mari Rehermann disse...

Com certeza!! E assim como gostamos que respeitem os nossos limites, devemos igualmente respeitar os limites dos outros!!

Beijinhos!!♥