segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

O não - desejo.

Às vezes, é necessário desistir. Não há vergonha alguma nisso. Vergonhoso é insistir no não-desejo do outro.