quinta-feira, 14 de junho de 2012

O meu mundo

Eu quero muito navegar manso sou um barco de papel no meio do oceano.  Frágil e forte, a deriva e com objetivo assim eu vivo neste mar de fragilidade e descobertas. A minha alegria é de uma criança ao me sentir dona do meu navegar e das direções que a vida me leva, o livre arbítrio vem da força superior. Assim sigo cantando com o mundo encantado que eu invento para mim todos os dias, pois somente de realidade eu iria sucumbir.


Denise Portes

2 comentários:

Mari Rehermann disse...

Somos eternos navegantes do universo...lindo!!

Beijinhos!♥

Néia Lambert disse...

Denise, você tem toda razão, ninguém aguenta viver somente a realidade, sonhar é preciso!

Um beijo, com carinho.

Néia Lambert