segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Eu sou de uma família religiosa e na minha casa, na minha infância, antes do almoço e do jantar rezávamos o Pai Nosso. Meus pais nos ensinaram a palavra de Deus e nos deixaram livre para seguir, porém colaram em nossas almas a estrela da fé. Hoje, sem querer falar dessa ou daquela religião, posso dizer que sou uma pessoa religiosa. A palavra religião vem do latim: religare, significando religação com o divino. É assim que eu me sinto religada as forças superiores. Costumo cantar um hino que diz: “Sol, lua, estrela a terra o vento e o mar é a luz do firmamento é só a quem eu devo amar.”
Eu sinto essa força maior que nos guia, essa força que nos alerta. Sigo as palavras dos Mestres, dos poetas, mas principalmente a minha voz interior e a do meu anjo de guarda a que batizei de Brown. Muitas vezes, de olhos fechados e fazendo minhas orações eu repito alguns mantras. Algumas orações e algumas canções, como aquela que diz:
“É preciso amar as pessoas como se não houvesse o amanhã, porque se você parar pra pensar na verdade não há.”
Nas minhas voltas de bicicleta pela orla da cidade maravilhosa, agradeço a Deus por estar viva, respirar e lembrar- me todos os dias que existe poder superior.

Denise Portes

*Esse texto faz parte do projeto "Dois Olhares" de Denise Portes e Néia Lambert http://www.eternosim.blogspot.com/ *

9 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Denise
Não sei se a fé remove montanhas, mas sei que torna as pessoas melhores.
E assim é você...religada.
Uma semana repleta de bençãos.
Beijinhos

Vanessa_Oliveira disse...

Sou como vc Denise, não tenho uma religião definida,
mas uma fé que me move.
Lindo texto ... bjim ***

Valéria disse...

Oi Denise!
Sábio texto!
Na fé nos encontramos inspirados por esta força que emana da natureza. É preciso ter fé, ela nos faz ter forças para seguir.
Esta frase é mesmo tudo, amar como se não ouvesse amanhã, afinal não sabemos se o teremos. Isso serve para tudo!

Beijos em a semana iluminada!

RosaMaria disse...

Eu não tenho muito a dizer, tenho apenas uma fé que me acompanha em todos os momentos.

Algo que não vejo.
Mas acredito muito.

Lindo texto.
Boa semana

Bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Denise
Para min, religião não é fundamental, mas fé sim.
Voltei. Obrigado pelo carinho.
Bjux

✿ chica disse...

Parabéns...Lindíssimo e a fé faz maravilhas... beijos,chica

olhar disse...

Denise,

que lindo o que escreveu aqui...

AMÉM...

beijo carinhoso,

Bia

Afetos e Ofertas disse...

Denise, que post mais lindo. Se me permite vou me colocar um pouco.


Tb não gosto de defender uma religião, e me sinto uma pessoa religiosa, gosto pensar num Deus como pai que acolhe a todos, e que conta com uma legião de anjos para nos proteger.. Além disso, creio que meus avós e meu querido pai que já se foi..intercede por mim e pelos meus irmãos.

Gosto de pensar que eles continuam próximo.

Gosto de pensar que é no contato com a natureza que estou mais próxima de mim mesma e, consequentemente, de Deus.

Agora quanto aos anjos, acho mesmo que Deus colocou ao menos uns quatro pra tomar conta de mim..sou mt estabanada, as vezes faço as coisas de modo que teria tudo pra dar errado e dar certo...

Estes dias conversando com minha irmanzinha fizemos um acordo, propus a ela que eu ia pedir meus anjos da guarda pra ficar com ela..pra eles descansarem um pouquinho e ela ia pedir o dela pra vir tomar conta de mim por um dia. Levei tão a sério que disse a ela: mas por favor não esqueça, não quero ficar sem proteção.

Penso que a fé é sempre um transporte seguro e importante e tenho fé, fé em Deus, nas pessoas, na vida nos sonhos...


bjs
Nana ANdrade

Néia Lambert disse...

Denise, tenho gostado muito dos temas desse nosso projeto, no entanto, esse é o que mais exigiu, até agora, em termos de criação. Não é fácil falar da fé, pois existe uma infinidade de maneiras de retratá-la, mas seu texto ficou lindo, autêntico!

Um beijo, com carinho.

Néia Lambert