quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Londres

A minha poesia está escrita na minha alma, neste mesmo lugar que moram as minhas dores e meus amores. É lá que eu tenho que mexer quando tudo desorganiza internamente. Foram nas noites frias de Londres, dentro do ônibus vermelho, que gravei eternamente o seu nome no meu coração.

Denise Portes

Um comentário:

Debbie disse...

Passei aki para deixar um oi!
Fique com Deus e bom finalzinho de semana! Abraço!

atravesdascores.blogspot.com