quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Tempo

Ai, que falta eu sinto quando as coisas não eram o tempo todo, 
mas no seu tempo.

Denise Portes

Um comentário:

Hellen disse...

Verdade! Sinto a mesma falta que para mim é a falta da minha adolescência. Tive um infância um pouco atribulada, mas vivi minha adolescência cercada de alegrias bem simples, porém eternas.
Abração, Denise.