quarta-feira, 6 de março de 2013

A tal da felicidade.

A felicidade tem asas compridas e se espalha feito às estrelas do céu, faz brilhar e encanta. Em minhas mãos estão os barcos e os pássaros que voam para distante quando o meu sentir dói. 
Profunda é a minha viagem interna em barcos imaginários que vão encantando o navegar da minha alma. Voa r e navegar, um passeio interior quase lógico que me leva ao horizonte e ao finito do infinito. Breves são os momentos de encantamento onde o imaginário me manda seguir pelo caminho da felicidade.

Denise Portes

Um comentário:

Gaby Soncini disse...

Que lindeza de texto e fotografia *.*