domingo, 19 de fevereiro de 2012

A voz do silêncio.

Itaipava - Rio de Janeiro

Sou urbana, mas é indiscutível o quanto preciso respirar o ar puro e ouvir o silêncio. Rodeada de montanhas e me entregando ao pôr do sol, o silêncio me soprou meus sentimentos ilhados, tudo que a correria mascara por pura falta de tempo de sentir.

Denise Portes

4 comentários:

Gaby Soncini disse...

Sempre um encantamento no coração ao te ler.

Grande Beijo!

Alê disse...

Maravilhoso!

Fernanda Fraga disse...

Silêncio diz mt, qd a voz se perde. E só olhos são comunicáveis.
Bj

Vanessa_Oliveira disse...

Acho que todos nós.
^^ alma pura a sua Denise
beijos ***